Últimas Notícias

Bomba.: Anatel suspende venda de chips de operadoras em todo o país!


Em uma decisão súbita, a Anatel finalmente decidiu suspender a venda de linhas telefônicas e acessos à internet das grandes operadoras de telefonia móvel nacional; entre elas estão TIM, OI e Claro. Já era de se esperar que isso fosse acontecer, devido ao grande número de reclamações relacionadas à má prestação dos serviços - principalmente o de tráfego de dados (acesso à internet 3G).

A medida da agência reguladora tem caráter imediato e será válida até que as operadoras resolvam os principais problemas de sinal e de conexão, que na verdade só serão resolvidos caso sejam feitos investimentos maciços na área de infraestrutura (algo que a grande maioria de vocês já sabe). A VIVO, como herdou toda a antiga rede da já extinta Telebrasília, precisa fazer menos investimentos em infraestrutura e está fora da sanção.

De acordo com informações da própria Anatel e das assessorias de imprensa da TIM, OI e Claro, a empresas estão impedidas de vender chips em, respectivamente, 19, 5 e 3 estados brasileiros. Abaixo segue parte do email enviado pela Anatel às assessorias de imprensa das operadoras:
A partir da próxima segunda-feira, 23, as prestadoras que apresentaram, segundo avaliação da Anatel, o pior desempenho por Unidade da Federação (UF), estão proibidas de comercializar de novas linhas. Confira abaixo a relação das prestadoras atingidas pela medida em cada UF:

PrestadorasUnidade da Federação
TIMAcre
Alagoas
Bahia
Ceará
Distrito Federal
Espírito Santo
Goiás
Maranhão
Minas Gerais
Mato Grosso
Pará
Paraíba
Pernambuco
Piauí
Paraná
Rio de Janeiro
Rio Grande do Norte
Rondônia
Tocantins
OIAmazonas
Amapá
Mato Grosso do Sul
Roraima
Rio Grande do Sul
CLAROSanta Catarina
Sergipe
São Paulo

As prestadoras deverão apresentar Plano Nacional de Ação de Melhoria da Prestação do Serviço Móvel Pessoal (SMP), detalhado por UF, no prazo de até 30 dias, contendo medidas capazes de garantir a qualidade do serviço e das redes de telecomunicações, em especial quanto ao completamento e à interrupção de chamadas e ao atendimento aos usuários. Novas vendas só serão permitidas após análise e aprovação, pela Anatel, do Plano apresentado.

As demais prestadoras não foram proibidas de comercializar em nenhuma UF, mas também deverão apresentar o Plano Nacional de Ação de Melhoria.
É, agora "the shit got serious"!


[Fonte: Anatel]