Ads 468x60px

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Aluna da PUC-RJ cria cílios que controlam objetos eletrônicos em um piscar de olhos!


Seguindo a nova onda dos Wearable Devices, uma pesquisadora peruana chamada Katia Vega, estudante de doutorado na PUC-RJ, ganhou o prêmio TEI Design Challenge 2013 - realizado em fevereiro na cidade de Barcelona, Espanha - após desenvolver cílios postiços capazes de controlar objetos eletrônicos apenas com o piscar de olhos do usuário!

De acordo com a estudante, a intenção do seu projeto "foi criar um produto eletrônico que pudesse ficar oculto sob a maquiagem das mulheres". Recebendo o nome de Beauty Technology, Katia explicou resumidamente o processo de criação dos cílios:
Tratei quimicamente falsos cílios. Usei prata, níquel preto e outros elementos químicos, para que os cílios parecessem pretos e naturais, apesar de suportarem entre seus fios um transmissor de sinais infravermelho. Um dispositivo receptor dos sinais ficava em meu bolso e podia interagir com outros equipamentos por meio de piscadas no olhar
Katia disse que, ao anunciar o seu invento e antes de explicar o seu funcionamento, as pessoas começaram a se questionar como seria possível ela conseguir operar um helicóptero elétrico de brinquedo apenas piscando os olhos: "Durante a competição, antes de eu explicar o funcionamento do produto, as pessoas na plateia não tinham ideia de como eu poderia operar um dispositivo remoto apenas piscando meus olhos". A conexão entre os cílios e o receptor, localizado no bolso de Katia, foi feita através de fios extremamente finos que se escondiam sob a maquiagem da pesquisadora. Katia sincronizou os cílios com um helicóptero de brinquedo e um projeto, e os utilizou para controlar a decolagem e pouso do helicóptero e trocar as imagens apresentadas pelo referido projetor.

A doutoranda já está desenvolvendo outros Wearable Devices baseados em artigos de beleza femininos; o seu mais novo projeto é um esmalte que promete ajudar as mulheres que têm uma certa dificuldade em controlar smartphones com telas capacitivas, como o iPhone ou o Galaxy S III, devido ao tamanho de suas unhas. A intenção do esmalte é "aumentar a capacitância da unha (...) tornando, assim, a unha da mulher algo que possa 'clicar' em uma tela capacitiva com a mesma eficiência que um dedo". Abaixo vocês conferem um vídeo feito por Katia mostrando o funcionamento do esmalte em unhas postiças:


Na opinião da estudante, o campo da tecnologia ainda é muito dominado pelos homens e espera que a Beauty Technology possa mudar um pouco esse cenário. De acordo com o orientador de Katia, Hugo Fuks, ela "está olhando para as possibilidades de maquiagem e embelezamento que podem embutir componente eletrônico".

E aí, meninas, o que acharam das invenções?


[Fonte: INFO]

Nenhum comentário:

Postar um comentário