Ads 468x60px

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Kinect chega ao Brasil dia 18 de novembro


 Um dos lançamentos mais esperados do ano pelos gamers de todo o mundo, o Kinect, chegará ao Brasil no dia 18 de novembro. O preço oficial divulgado foi de R$ 599,00 e está dentro do esperado para o nosso país, que entope os eletrônicos de impostos e taxas.


Algumas pessoas acham que apenas com o Kinect já é possível rodar os jogos. Para essas pessoas eu explico: o Kinect, na verdade, não é um videogame/console ele é apenas um acessório para o console Xbox 360. Portanto, para usá-lo, é necessário ter o Xbox 360.

Para quem não sabe, o Kinect foi criado por um brasileiro, chamdo Alex Kipman, (dá-lhe tupiniquins! =D) e inicialmente tinha o nome de projeto Natal. Foi em 2009 que ele surgiu e pensou-se que ele chegaria às preteleiras das lojas do mundo todo no natal daquele ano. Ledo engano. Foi apresentado apenas no mês de junho desse ano. Talvez por isso ele seja tão aguardado e cobiçado.

O Kinect poderá ser conectado tanto no Xbox 360 antigo quanto no novo, mas para isso você precisará atualizar a Dashboard do seu console para a nova versão. Supondo que a pessoa ainda não tenha um Xbox 360, vamos calcular quanto ela irá gastar com o kit "Novo Xbox 360 Slim + Kinect". o Xbox 360 Slim com HDD de 4GB custa R$ 1299,00 e o de 250 GB custa 1899,00, ambos chegarão ao Brasil no final de novembro ou início de dezembro. O Kinect custará R$ 599,00, logo, o Kit sairá R$ 1898,00 para quem optar pela versão de 4GB e R$ 2498,00 para quem optar pela versão de 250GB. Agora vamos aos preços dos kits nos EUA: US$ 300,00 (versão de 4GB) e US$ 400,00 (versão de 250GB). Só eu notei a diferença gritante dos preços daqui com os de lá? O_O

Se formos comparar, esses preços estão muito (mas muito mesmo) melhores do que quando o Xbox 360 foi lançado no Brasil. O console chegou ao Brasil com a versão PRO (HDD de 60GB) custando R$ 2300,00, enquanto nos EUA ele custava US$ 399,00 (o_O). Convertendo para real com o dolar da época, que estava valendo aproximadamente R$ 2,10, temos (arredondando) R$ 840,00. Isso quer dizer que o valor agregado com impostos e taxas chegou a 173%. Um verdadeiro absurdo, você não acha?

Voltando para o Kinect, os títulos disponíveis para o lançamento serão "Kinect Sports", "Kinectimals" e "Kinect Joy Ride", todos com suporte ao nosso idioma, e custarão R$ 149,00 cada. A Micro$oft prometeu lançar também, até o final de novembro, o "Dance Central", produzido pela Harmonix (produtora do RockBand).

O acessório é composto por três grandes sensores (câmeras) que fazem o escaneamento da área e são capazes de mapear os movimentos dos usuários. Depois, repassam as informações identificadas ao processador que as interpreta como comandos e os envia ao console.

Menu do Xbox poderá ser gerenciado com gestos de mão

Abaixo segue o vídeo oficial do evento de lançamento do Kinect na Times Square, em Nova Iorque (em inglês):




Problemas de reconhecimento facial com pessoas negras:

Pois é, esse problema já é um conhecido e apareceu em outros dispositivos de reconhecimento facial, mas não era esperado pela Micro$oft.
Tudo bem que esse é um problema que pode ser resolvido com uma atualização do sistema, mas acho difícil a Micro$oft lançar outra atualização em tão pouco tempo. O problema foi identificado quando dois empregados da GAMESPOT estavam testando o Kinect. Eles simplesmente não tiveram seus rostos reconhecidos no sistema de reconhecimento facial. Depois de tentarem recalibrar o sistema diversas vezes, um terceiro empregado negro teve o rosto reconhecido. O problema acontece apenas com a funcionalidade de reconhecimento facial e não vai impedir os usuários de jogarem no Kinect. O que pode acontecer é de algumas fincionalidades dentro do jogo, que precisem de reconhecimento facial, não funcionarem direito. O relato completo pode ser lido AQUI (está em inglês).

Para outras informações, entre no Site Oficial do Kinect no Brasil.

Então, você está preparado para começar a deixar de lado seus controles de Xbox 360?

Nenhum comentário:

Postar um comentário