Ads 468x60px

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Review: Windows Phone 7 (primeiras impressões)



Parece que a Micro$oft está mesmo querendo voltar a competir no mundo dos smartphones. Devido ao fracasso do Windows Mobile em relação aos outros sistemas presentes no mercado, a Micro$oft precisava refazer o seu sistema se quisesse voltar para o mercado de smartphones. E foi o que ela fez.

A princípio o sistema parece ser promissor, mas ainda não se sabe ao certo. Tudo vai depender da quantidade de desenvolvedores interessados em produzir aplicativos para a plataforma e da estabilidade do sistema, visto que o Windows Mobile era conhecido pelas muitas (muitas mesmo) falhas de segurança e pelos inúmeros bugs.

Para essa review foram utilizados 3 smartphones: HTC HD7, Samsung Omnia 7 e LG Optimus 7. Essa é uma review completa, grande, portanto só leia se estiver afim de saber mais sobre o sistema.

Vamos ao review:

Lockscreen:

Ela não apenas solicita o desbloqueio da tela do celular. A Lockscreen agrega várias informações importantes como data e hora (com letras grandes), notificações (em uma barra na parte de baixo da tela) de chamadas perdidas, mensagens novas, e-mails novos e lembretes do calendário, e ainda permite que o usuário altere o plano de fundo da tela. Além disso, pela Lockscreen o usuário também pode acessar os controles do player de música enquanto este estiver sendo executado. As teclas de volume continuam ativas mesmo com o telefone travado, permitindo ao usuário controlar o volume das músicas e dos toques. O que é menos intuitivo é a barra de status gerais do telefone (sinal, operadora, indicador de bateria etc) que fica escondida até que se toque na parte superior da tela.

All rights reserved to m.pocket-lint.com



Tela inicial:

Assim como a Lockscreen, a tela inicial foi feita para disponibilizar diversos serviços e informações ao usuário sem que este precise fazer algo. A tela é totalmente customizável com pequenos quadrados, chamados de Tiles, que ficam ativos (e alguns possuem animação) e muitos deles estão sempre conectados à internet mostrando as últimas atualizações de um determinado canal (seja ele de notícias, tempo etc). Dependendo do serviço, o Tile pode ocupar o espaço de dois Tiles quadrados, se transformando em um Tile retangular (lógico! Drrr). Essa funcionalidade é bacana porque, além de quebrar um pouco o visual da tela inicial, ele mostra mais informações sobre o serviço. O aplicativo do calendário e do visualizador de fotos utilizam-se dos Double Tiles.

All rights reserved to m.pocket-lint.com


Com relação à customização de cores, existem duas opções para a cor de fundo: preta e branca. Já com relação aos Tiles, pode-se escolher um dentre vários esquemas de cores do sistema. À primeira vista o usuário pode achar isso meio básico demais, mas é apenas uma questão de se acostumar. Com certeza surgirão desenvolvedores querendo mudar o visual do Windows Phone 7, tornando-o mais atrativo (isso não deve demorar muito).
All rights reserved to m.pocket-lint.com


No lado direito da tela, na parte de cima, existe uma seta que leva o usuário aos aplicativos do telefone, e isso inclui o discador, os contatos, calendário etc. A princípio todos o aplicativos de terceiros poderão ser incorporados à tela inicial, mas há que se testar depois que o Micro$oft Marketplace estiver funcionando plenamente.

Hub:

É o que torna o Windows Phone 7 atrativo e interessante. Os Hubs são centrais que englobam várias funcionalidades de um aplicativo em um mesmo lugar. Os principais Hubs presentes no sistema são dos aplicativos: People, Pictures, Music and Video, Office, Games e Marketplace.

Interações entre pessoas e redes sociais:

Talvez esse seja um dos principais serviços utilizados hoje em um smartphone, e é justamente nele que a Micro$oft pecou ao não permitir uma experiência completa de interação entre pessoas, como o Android faz. Provavelmente isso tem a ver com o fato de que a Micro$oft pretende integrar todos os serviços do Windows Live no sistema, mas mesmo assim continua sendo pouco. Você não concorda?
Assim que você inicia o Windows Phone 7, ele solicita que você faça login no Windows Live; o mesmo procedimento adotado pelo sistema Android, que solicita o login com uma conta do Google. O Windows Phone 7 dá suporte aos serviços do Google, portanto o seu e-mail, seus contatos e o calendário (se você faz uso dele) irão ficar agregados em um mesmo lugar.
Quando se fala em redes sociais não pode-se deixar de falar no Facebook, e nesse ponto a Micro$oft acertou. É claro que não é nada revolucionário, até porque o Android já faz a integração, mas dispensa o uso de um computador para acessar às principais funcionalidades do Facebook. Ele também é usado com Hub, e é justamente por isso que ele se torna tão interativo no Windows Phone 7.
All rights reserved to m.pocket-lint.com


Como era de se esperar, o Outlook está presente no sistema e com ele é possível gerenciar diversas contas de e-mail. O visual ficou bacana e a possibilidade de sincronizar todas as pastas de e-mail também está presente (não apenas a caixa de entrada). Há também o suporte ao Exchange, para quem precisa acessar e-mails corporativos. Um dos problemas apontados é que, ao se escrever um e-mail, não há a possibilidade de anexar outros tipos de arquivo a não ser fotos. Tudo bem que quando abre-se o Office há a possibilidade de enviar os arquivos por e-mail, mas fala sério (nem falo do iOS porque tem tanta coisa tosca nele que...)! o_O.

Fotos:

As fotos são facilmente gerenciadas e visualizadas pelo Hub Pictures. Assim que se acessa o Hub, de cara vemos as fotos armazenadas, o rolo de câmera (câmera roll - Fotos tiradas com o smartphone) e uma página "What's new" que mostra as novas fotos postadas pelos usuários do Facebook que estiverem nos seus contatos. Deixe o smartphone na horizontal e você terá a opção de ver tudo (fotos do Windows Live, Facebook e as do próprio celular) e ainda várias opções do que você pode fazer com a foto.
All rights reserved to m.pocket-lint.com


As fotos podem ser Geotagged (adicionar hora e local onde foi tirada) e existe a opção de fazer o upload da imagem para o Facebook ou SkyDrive com apenas um clique (dentro da opção "share").

Músicas e Vídeos:

O Hub "Music & Video" consegue lidar com uma grande quantidade de conteúdo. Tudo é mostrado sobre papeis de parede que mudam a medida que se navega pelas telas; ficou BACANA! Música, vídeos, podcasts, rádio e o Marketplace (para músicas e vídeos), tudo junto em um só aplicativo: o Zune, que é um media center. A versão do Zune para Desktop inclue uma guia que possibilita o gerenciamento de algumas configurações no próprio telefone e inclue também uma área de atualização do Zune Phone; tudo isso em uma interface de fácil interação com o usuário. O Zune também permite a sincronização do conteúdo via tecnologia Wireless, mas tanto o telefone quanto o computador têm que estar ligados na tomada. O melhor do Zune é que ele é um aplicativo gratuito. Os usuários de Mac OS X ainda vão ter que esperar por uma solução. A Micro$oft deu a entender que a sincornização de conteúdo está chegando ao Mac, mas por enquanto nada.
Para usufruir do Zune, o usuário precisará ter uma conta Zune cadastrada e um cartão de crédito internacional, caso queira fazer compras na loja. A Zune Marketplace funciona exatemente como o iTunes. O melhor disso tudo é que o usuário tem a opção de testar antes de comprar, e o DRM dessas versões de teste é grátis! A função de rádio funciona com ou sem fones de ouvido.
All rights reserved to m.pocket-lint.com


A nível de sistema operacional, o Windows Phone 7 suporta AAC, H.264, MP3, MPEG4, WMA e WMV e ainda vídeos como DivX e MKV.


Jogos e o Marketplace:
All rights reserved to m.pocket-lint.com


O Marketplace pode ser acessado de vários lugares no Windows Phone 7: a partir do Zune, conforme citei mais acima, diretamente pelo aplicativo do Marketplace e finalmente pelo Hub da Xbox Live. Infelizmente parece não haver uma certa separação das categorias, visto que se o usuário procurar pelo aplicativo do "ebay" na caixa de pesquisa, várias ocorrências que envolvam o "ebay" vão aparecer nos resultados. O Marketplace é divido em três categorias: Applications, Games e Music.
A integração com a Xbox Live ganhou uma atenção especial no Windows Phone 7. Assim que o usuário efetua o login na Xbox Live, o avatar cadastrado na conta aparece automaticamente no aparelho. É possível acessar informações como conquistas, títulos jogados e quais amigos estão online.
Ainda não possui muitos títulos disponíveis, em se tratando de jogos, mas diversos estúdios de desenvolvimento conhecidos, como Konami, Lucas Arts/THQ, EA e Micro$oft (Lógico! Drrr), já anunciaram que desenvolverão para a plataforma. =D
All rights reserved to m.pocket-lint.com


Office e teclado:

Quem gosta da função de ler e editar documentos no próprio celular, vai ficar contente em saber que o Windows Phone 7 dá suporte à arquivos .XLS e .XLSX (Excel e Calc), .DOC e .DOCX (Word e Writer) e .PPT (Powerpoint e Impress) e tem integração com o Micro$oft OneNote. A única pisada de bola da Micro$oft foi a falta de suporte nativo a documentos .PDF (Adobe Acrobat), mas isso pode ser resolvido com uma atualização do sistema.
Há a opção de utilizar o teclado digital e o teclado QWERTY (nem todos os 10 aparelhos lançados possuem teclado QWERTY). Apesar de o sistema de entradas de texto reconhecer os erros de escrita, ele não tem um corretor de erros (que mostra as opções da palavras). o_O. Como assim? Outro erro primário da Micro$oft foi não ter colocado a funcionalidade de "copiar/colar", assim como a Apple fez nos primeiros iPhones OS. No entanto, a gigante do vale do silício já se pronunciou a respeito e disse que uma atualização do sistema irá incluir a função; ela será liberada no início de 2011.
All rights reserved to m.pocket-lint.com


Multitasking:

O usuário não será capaz de usufruir de um aparelho com multitasking, pois o Windows Phone 7 não consegue lidar muito bem com essa funcionalidade. É exatamente isso que você leu. É claro que alguns aplicativos rodarão em background enquanto o usuário usa outros, mas em diversas situações apareceu na tela um "ending soon" para aplicativos que nem mesmo estavam sendo usados. Talvez essa seja a grande falha do sistema da Micro$oft.


Abaixo seguem os vídeo oficiais do Windows Phone 7, mostrando as funcionalidades:








 Será que eu estava errado ao dizer que o Windows Phone 7 já tinha nascido morto? Espero que sim, pois no mundo da tecnologia é sempre bom ter mais opções. E você, leitor, o que acha? O Windows Phone 7 realmente tem um futuro promissor? Você pensaria em comprar um celular com o novo sitema da Micro$oft? Começo a achar que eu pensaria nessa possibilidade.

O que você achou da review? Deixe seu comentário! =D

Nenhum comentário:

Postar um comentário