Ads 468x60px

domingo, 20 de março de 2011

AT&T, Verizon e Sprint não cobrarão ligações para o Japão até o final de março (ATUALIZADO)



Com os últimos desastres naturais acontecidos no Japão, pessoas do mundo inteiro passaram a fazer ligações para lá, a fim de ter notícias de parentes ou amigos residentes no Japão, sem se preocupar com o custo dessas ligações. Eis que as operadoras AT&T, Verizon e Sprint, decidiram não cobrar pelas ligações feitas dos EUA e de Porto Rico para o Japão, até o final do mês de março, como sinal de consideração às pessoas que se encontram angustiadas à espera de notícias.

A AT&T divulgou uma nota de imprensa - no dia 14/03 - dizendo que do dia 11/03 ao dia 31/03, nehuma ligação feita ou mensagem de texto enviada para números do Japão serão cobradas. Como a AT&T foi a primeira a se pronunciar, reproduziremos um trecho da nota, retirado do site oficial da AT&T, que foi traduzido pelo RN:
AT&T oferece alívio (restituição) de valores, para consumidores de contas fixas e móveis, referentes às ligações e mensagens para amigos e familiares no Japão

DALLAS, 14 de março, 2011 /PRNewswire -- Hoje, a AT&T* anuncia que tem implementado um (sistema de) suporte de mensagens e ligações internacionais para consumidores de linhas móveis e fixas, residentes nos EUA, que têm tentando entrar em contato com seus (entes ou amigos) amados residentes no Japão, devido aos trágicos terremotos e tsumanis ocorridos na última semana.

Comçando efetivamente na semana passada, dia 11 de março, e continuando até o dia 31 março, consumidores de linhas móveis pré-pagas da AT&T não serão cobrados por:
  • Ligação internacional de longa distância originada dos EUA e de Porto Rico para o Japão
  • Mensagens de texto para o Japão, originadas de um telefone móvel
Além disso, de 11 a 31 de março os consumidores de linhas fixas residenciais poderão buscar créditos de até 60 minutos de ligações diretas para o Japão:
  • Depois de receber a conta, os consumidores podem entrar em contato com a AT&T para receberem um ajuste na fatura referente a 60 minutos em ligações para o Japão. Em outras palavras, não serão cobrados até 60 minutos de ligações feitas dos EUA para o Japão entre 11 e 31 de março.
Para qualquer uma das atividades acima, os consumidores também perceberão que não haverá conbrança na fatura mensal ou perceberão um crédito total (de reembolso) aplicado a suas faturas para as atividades realizadas entre 11 e 31 de março.
Muitos vão dizer que esse é um meio das operadoras AT&T, Verizon e Sprint fazerem propaganda. Pode até ser, mas eu sinceramente acho que elas fizeram isso mais como uma forma de poder ajudar do que aproveitar para fazer marketing em cima da desgraça dos outros. Não estou dizendo que a AT&T, a Verizon e a Sprint são empresas boazinhas, só estou dizendo que, nesse caso e na minha opinião, a intenção delas foi outra.


[Fonte: Engadget]
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Atualização:

Duas empresas brasileiras decidiram fazer o mesmo: a TIM e a Telefônica. A empresa TIM deu uma declaração dizendo que, a partir de hoje (20/03), isentará qualquer ligação feita do Brasil para o Japão, com o código 41, independentemente da duração da chamada, da cidade de origem e de destino. Não há ncessidade de se cadastrar, contratar plano de DDI ou pedir o reembolso de valores; tudo será feito automaticamente. Isso se aplica tanto para linhas fixas quanto para linhas móveis.

Já a Telefônica dará um desconto ao invés de isentar o valor das ligações. Chamadas de fixo para fixo, que antes custavam R$ 2,00/min, passarão a custar R$ 0,10/min, as chamadas de fixo para móvel e móvel para móvel tiveram a tarifa fixada em R$ 0,70/min.

Assim como as operadoras norte-americanas, a TIM e a Telefônica farão essas promoções até o dia 31/03.

Nenhum comentário:

Postar um comentário