Últimas Notícias

Microsoft apresenta o Windows 8 [Vídeo]


Depois de muitos rumores, especulações, e screenshots vazadas, finalmente a Microsoft apresentou a nova versão do seu principal S.O. A principal mudança com certeza está na interface gráfica do S.O, que visivelmente teve influência do WP7; influência essa admitida por Steven Sinofsky, presidente da divisão do Windows (na Microsoft): "Nós fomos claramente influenciados pelos telefones.". Resumindo, a tela inicial é composta por Tiles que podem ser "Live Tiles" ou não.


Outra mudança no sistema é a inclusão do suporte nativo a processadores ARM - como os produzidos pelas empresas Nvidia, Qualcomm e Texas Instruments - voltados para dispositivos móveis. Com isso, os tablets podem tirar proveito de seus baixos consumos de energia e ainda assim oferecer o S.O Windows 8 ao invés do S.O Android; é aí que Microsoft pretende entrar de vez no seguimento de tablets.

Dois tipos de aplicações farão parte do novo Windows: um deles é o tradicionalmente utilizado nas outras versões do S.O, onde ao clicar na aplicação ela simplesmente roda normalmente na área de trabalho, e o outro é baseado em aplicações para dispositivos móveis, desenvolvidas em HTML5 e JavaScript. Traduzi a parte da nota de impressa que explica o funcionamento do :
O outro tipo de aplicação, a qual precisa ser escrita em HTML5 e JavaScript, se parece mais com uma aplicação para dispositivos móveis, preenchendo a tela inteira. screen. O Internet Explorer 10, que faz pare do Windows 8, tem sido configurado para rodar nesse modo e possui vários aplicativos do tipo Widget para checar preços de ações e o clima (por exemplo).
O vídeo demonstrativo mostra todas as principais funcionalidades do sistema em pleno funcionamento e podemos dizer que elas rodam de forma suave na nova versão do Windows:



Segue a lista oficial de funcionalidades que foram apresentadas no evento de ontem:
  • Aplicativos carregados rapidamente a partir de uma tela inicial baseada em tiles, a qual substitui o menu iniciar do Windows, totalmente customizável com visualização em fullscreen dos aplicativos
  • Tiles ao vivo com notificações, mostrando sempre informações atualizadas dos aplicativos
  • Mudança natural entre os aplicativos que estão sendo executados
  • Habilidade de redimensionar ou minimizar um aplicativo para o lado da tela, ficando mais fácil de usar as capacidades multitarefas do Windows
  • Aplicativos Web-connected e Web-powered desenvolvidos em HTML5 e JavaScript que têm acesso ao poder total do dispositivo
  • Navegação totalmente otimizado para a tecnologia de toque (touch), utilizando todo o poder da aceleração por hardware do Internet Explorer 10
Steven Sinofsky não deu qualquer previsão de quando o Windows 8 será lançado, mas podemos afirmar que a Microsoft não vai demorar muito pois a empresa não pretende deixar a Apple e o Google dominarem o mercado de tablets para só então resolver entrar na briga, como está acontecendo com o Windows Phone 7.

Será que a Microsoft realmente conseguiu impressionar com o Windows 8? Qual é a sua opinião a respeito?


[Fonte: Redmond Pie, Gizmodo]