Ads 468x60px

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Ubisoft avança no "Cloud Gamming" utilizando Linux e Xen


A Ubisoft, gigante de desenvolvimento e publicação de jogos, esteve ocupada "brincando um pouco" com o Linux. Estava explorando oportunidades de virtualização com o Xen no que toca a funcionalidade VGA pass-through como uma forma viável de se construir um ambiente de jogos virtualizado.

Há algumas semanas, a Ubisoft Quebek apresentou uma demonstração do VGA pass-through com o Xen, rodando o Heaven Benchmark da Unigine (e não um dos seus jogos, sic) com duas GeForce GTX 460. No Dom0 do Xen rodava o Ubuntu 10.10 e então duas máquinas hospedeiras Windows XP. A Unigine rodava jundo com o renderizador Directx 9 em ambos os hosts, configurados com o VGA pass-through.

Abaixo segue o vídeo de demonstração:


Orgasmo Nerd!

Logo após a publicação deste vídeo de dois minutos, eles também fizeram o anúncio de que estão contratando desenvolvedores para a Ubisoft Quebec City Studio - Cloud Computing Team. É evidente que a Ubi tem algum interesse no segmento cloud computing orientado a jogos.

Visão Global do cenário: Xen 4.0 foi lançado em abril do ano passado (e desde então sucedido pelo Xen 4.1), onde foi introduzido o conceito de VGA pass-through. Ao contrário do VMWare e VirtualBox, que possuem soluções de virtualização e aceleração 2D/3D, mas que apenas encaminham os dados tratados para a máquina virtual, o Xen gerencia e libera acesso direto ao processador gráfico da máquina real.

Para que o VGA pass-through funcione, o sistema requer as instruções Intel VT-d/IOMMU. E o Xen ainda não suporta - por padrão (necessita patches) - o encaminhamento para a placa de vídeo secundária, apenas para a GPU principal. Isto pode ser bastante interessante. Pense nas possibilidades daquelas placas "híbridas" onde a placa primária é simples e a secundária com maior capacidade/performance, que seria acessada apenas pelos hospedeiros. Outra limitação é que esta funcionalidade serve apenas para sistemas operacionais Virtualizados e não Paravirtualizados.

O VirtualBox recentemente recebeu a funcionalidade de PCI pass-through, porém o suporte a placas gráficas é algo mais complexo. O VGA pass-through do Xen é capaz de funcionar com placas integradas da Intel e a grande maioria das placas NVIDIA e ATI/AMD Radeon. Para os que possuem maior interesse no Xen VGA pass-through, deem uma olhem na Wiki.

Basicamente este parece ser mais um caminho aberto pelo Linux: Cloud e Games.



[Fonte: Phoronix]

Nenhum comentário:

Postar um comentário