Ads 468x60px

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

DELL recebe investimento da Microsoft e anuncia o fechamento de seu capital!

É, pelo jeito não veremos mais máquinas Dell sairem de fábrica equipadas com Linux, pois o que antes era apenas um rumor acabou se confirmando nesta semana. A Dell receberá mesmo investimentos da Microsoft e a assistência financeira da empresa Private Equity Silver Lake foi selada em um acordo de US$ 24 bilhões! Além disso, a empresa anunciou o fechamento de seu capital, ou seja, não será mais negociada na bolsa de valores, e passará a ser comandada por seu fundador, Michael Dell.

A Dell sempre foi uma empresa forte no mercado de desktops e na década passada vendeu mais computadores que qualquer outra empresa do ramo, mas com smartphones e tablets ganhando cada vez mais espaço, e inaugurando uma nova tendencia mundial de mercado - a "cultura da mobilidade" -, a Dell tem sofrido grandes perdas e visto sua participação no mercado diminuir consideravelmente, sendo ultrapassada por empresas como HP e Lenovo. Sim, mas o que o fechamento do capital da Dell pode significar para a empresa? Como isso a ajudará a se reerguer? Façamos uma pequena reflexão sobre tudo isso.

Sem pressão

Empresas que possuem capital fechado geralmente não sofrem o furacão de pressões vindas de investidores no sentido de sempre terem que lançar produtos novos ou reinventar os já existentes. É claro que tais empresas não vão parar no tempo e deixar de tentar inovar, até porque se isso acontecer elas estarão cavando suas próprias covas, mas a pressão diminui muito e pode fazer com que a empresa tenha mais tempo para repensar nos seus produtos ou em novas estratégias de mercado. Provavelmente é isso que acontecerá com a Dell; a empresa vai analisar melhor o mercado, ver o que ela tem feito de errado, tentar entender porque suas estrategias deixaram de dar certo e como fazer a marca se tornar novamente atraente para o consumidor.

Auxílio de empresas parceiras

Os US$ 2 bilhões investidos pela Microsoft correspondem a uma pequena parcela do capital da Dell, mas a gigante de Redmond pode se mostrar uma aliada de peso para a empresa. Em poucas palavras, significa o seguinte: eu te ajudo e você me ajuda! A Microsoft precisa alavancar as vendas do Windows 8, que até agora têm sido um verdadeiro fracasso, e a Dell precisa ser vista pela nova geração de usuários imersos na era touchscreen. Solução? Unir forças, é claro! Segue o comunicado oficial da Microsoft a respeito do investimento feito por ela:
REDMOND, Wash. - 5 de fev. de 2013 - "A Microsoft forneceu um empréstimo de US$ 2 bilhões para o grupo que propôs transformar a Dell em uma empresa de capital privado. A Microsoft está comprometida com o sucesso a longo prazo de todo o ecosistema de PC e investe pesadamente em uma variedade de formas para construir esse ecosistema no futuro.

"Nós estamos em uma indústria que está em constante evolução. Como sempre, continuaremos procurando oportunidades de suporte a parceiros que estão comprometidos em inovar e dirigir os negócios para seus dispositivos e serviços contruídos na plataforma Microsoft."
Conclusão

A Dell ainda tem um longo caminho pela frente. O fechamento do capital da empresa e os investimentos bilionários recebidos ainda não são suficientes para dizer se a Dell conseguirá se tornar uma referência para a nova geração de "conectados", a qual está inserida no mercado de tecnologia que conhecemos atualmente.
A verdade é que a empresa precisa de ideias novas, conceitos novos, algo que claramente não tem acontecido. Eu, particularmente, gosto muito dos produtos Dell e os considero muito bons e de altíssima qualidade, mas ela realmente está parada no tempo em termos de design e novos produtos.

Não adianta especular, apenas o tempo vai dizer se essa foi ou não a decisão mais acertada para a empresa.


[Fonte: Gizmodo BR]

Nenhum comentário:

Postar um comentário