Ads 468x60px

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Review.: Nossas impressões sobre o Smartphone Galaxy S4!


O smartphone Galaxy S4 (GS4) chegou ao mercado brasileiro há pouco mais de duas semanas e muitas pessoas estão pensando em comprar o aparelho. Sempre que vou comprar um dispositivo novo eu procuro saber o máximo possível a respeito do aparelho para não acabar servindo de cobaia para as fabricantes, mas no caso do GS4 eu não consegui fazer minha pesquisa de campo simplesmente pelo fato do Brasil estar na lista dos primeiros países a receberem o referido smartphone. E foi justamente por isso que decidi fazer este review, para ajudar aqueles que estão pensando em comprar um Galaxy S4 no Brasil.

Quem nos acompanha constantemente, sabe que não é nenhuma novidade eu ter adquirido um GS4. Ainda possuo iPhone, iPad etc, mas quanto mais eu mexo no Android mais eu gosto do sistema, principalmente quando se tem nas mãos um hardware como o do GS4. Então, chega de conversa e vamos a mais um review do RN!

OBS: Para este review, utilizei a versão 4G do Galaxy S4 (modelo GT-I9505).

Tela

Película protetora fosca anti-reflexo aplicada [clique na imagem para ampliar]
Começo este review com um dos principais atrativos do novo Galaxy S, a sua tela FULL HD de 5". Quando se olha durante muito tempo para a famosa tela retina que equipa iPhones e iPads, você simplesmente apaga da memória que um dia existiu uma tela que não é tão limpa como aquela. No entanto, a tela retina não é mais a melhor tela presente no mercado e isso é um fato!

Tela inicial levemente customizada [clique na imagem para ampliar]
Pois bem, a tela do GS4 é tão surpreendente quanto as dos iPhones, só que maior! As imagens projetadas nela ficam tão bonitas e limpas quanto as projetadas na tela retina, mas a diferença mesmo está na reprodução de vídeos. O aparelho vendido no Brasil vem com um vídeo FULL HD armazenado na memória, feito pela Samsung, que mostra bem o quanto é possível perceber pequenos detalhes na tela do GS4; em certas partes do vídeo ele até parece uma filmagem e não uma renderização 3D. Também testei alguns outros vídeos FULL HD baixados do YouTube e digo que a diferença é bem perceptível.

O recurso de pausar automaticamente a reprodução de um vídeo assim que o usuário desvia os olhos da tela funciona até bem, mas as vezes chega a ser irritante porque o smartphone tem que ficar a um determinado ângulo de visão senão ele pausa o vídeo.

Desempenho


Eu gostei bastante do aparelho em termos de desempenho. O Snapdragon Quad-Core que equipa a versão 4G do GS4 sem sobra de dúvidas cumpre o que promete. Os aplicativos rodam de forma lisa mesmo abrindo vários deles ao mesmo tempo (graças aos 2 GB de memória RAM presentes no aparelho); as transições entre aplicativos e os efeitos gráficos acontecem de forma "bem macia", mas tudo isso acabou quando instalei o cartão de memória no GS4. Não entendi muito bem porque, visto que o cartão microSD estava vazio, mas algumas das animações passaram a apresentar um pequeno lag e os widgets de outras telas a demorar a carregar.

Ainda não enchi a memória interna do aparelho com aplicativos para saber como ele fica em termos de desempenho, mas acredito que o rendimento caia bastante. Por que você tirou do Android o suporte de instalação de aplicativos no cartão de memória, Google? >.<

Bateria

Detalhe da bateria removível [Clique na imagem para ampliar]
Atualmente, as baterias dos smartphones podem ser consideradas as grandes mazelas do mundo móvel. Felizmente, de vez em quando surge alguém que decide dar uma atenção maior à bateria e ao consumo de energia do dispositivo, e esse alguém, no caso, é a Samsung. Para uma pessoa que está acostumada com dispositivos móveis da Apple, a diferença de duração entre a bateria do GS4 e a do (s) iPhone (s) é bem perceptível e eu posso falar isso com propriedade.

Apesar dos diversos Widgets que mantenho ativados ao longo de 5 telas principais e de deixar o 4G, o Bluetooth, o WiFi e o sistema de notificações ligados 100% do tempo (faço isso de propósito justamente para testar a bateria), a bateria chegou ao final do dia com ainda 30% de carga, algo inédito no meu caso (o período de uso foi de 07:00 h a 21:00 h). Ah, e isso sem mencionar a verificação constante de emails, de mensagens no Whatsapp e itens na Play Store, o recebimento e a realização de chamadas, entre outras tarefas.


Teoricamente, a versão 3G do GS4, equipada com o processador Exynos 5 octa-core, deveria apresentar um consumo de energia menor que o da versão 4G devido ao seu gerenciador inteligente, o qual utiliza quatro (4) núcleos Cortex A15 para as tarefas que demandam um maior poder de processamento e utiliza os outros quatro (4) núcleos Cortex A7 para as tarefas do dia a dia (não, os oito núcleos não funcionam simultaneamente), mas o que anda circulando na internet é que quase não há diferença de consumo de energia entre as versões e isso se deve ao fato do kernel (núcleo) do S.O Android não ser capaz de entender direito esse gerenciador inteligente de processamento. Resumindo, em termos de bateria tanto faz pegar o GS4 3G ou 4G.

Com relação aos outros smartphones topo de linha presentes no mercado, como Nokia Lumia 920, Motorola Razr HD e outros, também nota-se uma certa diferença. Ah, e o melhor de tudo é que a bateria é removível, ou seja, se ela morrer é só comprar outra e trocar!

Armazenamento

Bom, aqui nós temos um problema grave: dos 16 GB presentes no aparelho apenas 9,5 GB estão disponíveis para o usuário, o que é algo preocupante visto que o tamanho dos aplicativos está cada vez maior! Você então pode pensar: "Ué, é só instalar os aplicativos mais 'pesados' em um cartão de memória e ZAZ, e...". Confesso que eu tinha pensado isso, só que infelizmente é IMPOSSÍVEL instalar aplicativos no cartão de memória do GS4 sem precisar rootear o aparelho e realizar uma série de procedimentos, pois o Google retirou essa funcionalidade do Android e ela não está mais presente no sistema desde a versão 4.0.

Resumindo, pelo menos por enquanto, o cartão de memória inserido no GS4 servirá apenas para guardar vídeos, fotos e imagens.

Sinal (4G e WiFi)

Em Brasília, nas regiões onde a VIVO afirma que existe suporte à sua tecnologia 4G, o GS4 se comporta muito bem! Na rede 3G, o aparelho também não desaponta e obtive sinal até em lugares onde amigos que utilizavam iPhones - 4, 4S e 5 - ficaram sem serviço (os aparelhos foram colocados um do lado do outro); até nos elevadores que uso no dia a dia eu consegui efetuar ligações (algo que eu pensava ser impossível). Na minha opinião, o aparelho possui uma antena muito boa!

Com relação ao adaptador wireless do GS4, digo que a recepção de sinais WiFi dele é simplesmente excelente e arrisco dizer que de todos os dispositivos que já tive ela é a melhor! Consegui encontrar diversas redes nas proximidades dos locais que mais frequento, redes essas as quais eu nem sabia que existiam (e acreditem, elas sempre estiveram nesses lugares).

Câmera

Sim, isso é um cartão microSD [clique na imagem para ampliar]
Com certeza vocês já devem ter ouvido falar que as câmeras do GS4 são excelentes, mas só quem a oportunidade de testar as câmeras no dia a dia pode falar se elas são boas mesmo. Pela foto acima, o que você acha? Eu mesmo tirei essa foto para mostrar o cartão microSD em detalhes e para isso precisei dar um super zoom com a câmera principal, mas o que me impressionou foi a clareza da foto; o foco ficou excelente e ela não ficou embaçada, mesmo com o zoom absurdo que eu dei. A resolução das fotos pode ser alterada no menu de configurações do aplicativo "Câmera"e eu recomendo que o usuário só use a resolução máxima quando precisar fazer fotos com riqueza de detalhes, pois o tamanho de cada foto salva fica em torno de 2 MB.

A câmera frontal é boazinha e em videochamadas ela se saiu até bem! Ela também se saiu bem com o recurso de fotos simultâneas, uma funcionalidade muito divulgada pela Samsung onde o usuário que está batendo a foto se inclui na fotografia a partir do clic simultâneo das câmeras principal e frontal.

Peso, espessura e empunhadura


Nas fotos de divulgação, fornecidas pela Samsung, o GS4 parece ser bem fino e relativamente leve, mas ao vivo a coisa muda; na minha opinião, para melhor! Apesar da tela de 5", o GS4 consegue ser tão ou mais leve e fino que o iPhone 5, por exemplo. Existem pessoas que não gostam muito de smartphones leves, pois dizem que ele pode escorregar mais fácil da mão etc, mas a grande maioria prefere e nesse ponto o GS4 é um ótimo aparelho!

Sair de um iPhone 4/4S e ir para um GS4 é, de certa forma,  algo traumático no início. Para quem tinha o costume de utilizar um smartphone de 4", passar a segurar um smartphone de 5" é extremamente difícil; a mão não alcança a tela inteira e é preciso se acostumar a usar as duas mãos para manusear o aparelho, mas a gente até que se acostuma rápido! A verdade é que o aparelho fica muito bem encaixado na mão e depois que o usuário se acostuma com a tela grande do GS4 é difícil voltar para uma tela menor; digo isso porque sempre que eu pego meu iPhone eu acho tudo muito pequeno.

Veredicto (9/10)



Apesar da Samsung ter se pronunciado a respeito do pouco espaço disponível para o usuário na memória do aparelho, dizendo que pretende lançar uma atualização que corrija isso, esse é um problema grave que é agravado pelo fato dos aplicativos não poderem mais ser instalados no cartão microSD. Além disso, existe o problema de lag das animações ao se inserir um cartão microSD no aparelho, algo que deve ser arrumado pela Samsung nas próximas versões do Android.

E então, o que achou do nosso review? Ficou com vontade de comprar o aparelho?
Deixe seu comentário! ;-)

9 comentários:

  1. Esperando a Vivo resolver ter o aparelho em estoque !!! Tomara que consiga nesse fds. Doido pra brincar tbm !
    Será que o Android puro vai rodar nesse que comprarmos agora ?? TOMARA !!!

    ResponderExcluir
  2. Eu fico mais chateado pelo altíssimo preço, mesmo com o desconto oferecido pela operadora. Não entendo como transformam US$ 649 em R$ 2499.

    ResponderExcluir
  3. É justamente isso que eu vivo dizendo, "lucky"! Se tem quem pague, porque torná-lo mais barato. Tive que me fidelizar à VIVO para conseguir um mega desconto no aparelho, mas como não pretendo mudar de operadora tão cedo isso não fez a menor diferença para mim.

    ResponderExcluir
  4. acabei de adquiri um sansung s4 e estou arrependida de prestigiar a sansung, pois a memoria para instalar jogos, mapas de gps e aplicativos é muito insuficiente, basta dizer que o que tenho no sansung note(que permite aplicativos instalados no sd card) nao consigo passar para o s4!!! pra mim foi nota zero, to procurando descobrir como fazer meu primeiro root na vida...

    ResponderExcluir
  5. Bom dia, Maria! Concordo plenamente com você quando se refere ao espaço de armazenamento interno do aparelho, mas a Samsung disse que está trabalhando nisso e inclusive já liberou uma atualização que devolve ao Android a opção de instalar Apps no cartão microSD: http://www.redutonerd.com/2013/06/atualizacao-de-firmware-do-galaxy-s4-4g.html?m=0. Com certeza essa ainda não é a solução ideal, mas acredito que a empresa está empenhada em resolver esse problema. ;-)

    ResponderExcluir
  6. oi everton!, pois ja fiz a ultima atualizaçao pelo sansung kies, e mesmo assim nao consegui permissao para instalar programas no cartao de memoria( e testei um por um dos programas que tenho no celular), ja estou procurando como fazer um root, mas acho um absurdo essa minha soluçao....ainda continuo decepcionada com o sansung s4!

    ResponderExcluir
  7. Olá, Maria, tudo bom? Caramba, não conseguiu instalar nenhum aplicativo no microSD? Já tentou entrar em contato com os desenvolvedores daqueles aplicativos que ocupam mais espaço? Pode ser que essas empresas já estejam planejando lançar atualizações desses Apps para que eles possam ser instalados no cartão de memória, visto que são os desenvolvedores que devem autorizar seus Apps para funcionar dessa forma.

    Diz aí para a gente quais são os aplicativos maiores que você não está conseguindo mandar para o cartão de memória. ;-)

    ResponderExcluir
  8. Com certeza eles são os principais vilões, mas são os únicos. ;-)

    ResponderExcluir