Ads 468x60px

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Bizarro.: Governo pretende monitorar Facebook, Twitter e WhatsApp para antever protestos!

Hashtags utilizadas por internautas no Facebook, Twitter e Instagram
[Foto: Reprodução / #VEMPRARUA]
Apesar de várias celebridades (leia-se Pelé e Ronaldo) e governantes estarem torcendo para que a atenção do povo brasileiro se volte para a Copa das Confederações 2013, as manifestações ao redor de todo o país só tem crescido. Não adianta, o povo finalmente acordou e percebeu que a corrupção no país chegou a um nível impraticável (principalmente com o superfaturamento de estádios de futebol etc). Apesar de diversos prefeitos e governadores terem anunciado a redução das tarifas do transporte coletivo no dia 19/06, os protestos continuam firmes e fortes; é justamente por isso que o Governo Federal decidiu acompanhar de perto os eventos e pretende monitorar Facebook, Twitter, Instagram e até mesmo o WhatsApp! WTF? Ô_Ô

De acordo com uma máteria publicada pelo jornal O Estadão, o Governo Federal, através da ABIN (Agência Brasileira de Inteligência), irá fazer um monitoramento profundo das comunicações entre manifestantes na tentativa de antever a magnitude dos novos protestos. Ainda segundo O Estadão, esse monitoramento será tão aprofundado que até mensagens trocados pelo aplicativo WhatsApp serão inspecionadas! Não sei como a ABIN vai fazer isso, mas acho bem possível que seja verdade!

Portanto, aqueles que participarão das manifestações precisam tomar um certo cuidado com o conteúdo das mensagens publicadas em seus perfis nas principais redes sociais e das trocadas via WhatsApp. Até entendo a prática de monitorar as redes sociais, mas acredito que verificar dados e informações armazenados nos servidores do WhatsApp já seja demais e, de certa forma, invasão de privacidade, mas é claro que existem várias cláusulas no termo de uso do aplicativo que mostram ao usuário o verdadeiro dono das mensagens trocadas nele: o próprio WhatsApp. Resumindo, a empresa dona do WhatsApp pode fazer o que quiser com as mensagens armazenadas em seus servidores, inclusive cedê-las ao Governo Federal.

Tem uma opinião sobre o assunto? Então deixe seu comentário e vamos debater um pouco.


[Fonte: Olhar Digital, Gizmodo]

Nenhum comentário:

Postar um comentário