Ads 468x60px

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Anonymous envia carta oficial à Sony: "não hackeamos a PSN"


Acredito que todos estejam a par dos últimos acontecimentos envolvendo a PSN (PlayStation Network) e do inferno que a Sony tem vivido nas últimas duas semanas. Em um pronunciamento oficial, o CEO da Sony, Kazuo Hirai, afirmou categoricamente que o Anonymous Team - grupo de hackers espalhados pelo mundo todo - está por trás dos ataques à PSN, o que levou o grupo a se pronunciar oficialmente.

Quem está acompanhando o caso desde o início (provavelmente todos os usuários da PSN), deve ter lido todos os pronunciamentos oficiais e as notas de imprensa liberados pela Sony. Em um deles, Kazuo Hirai disse que "quando a Sony Online Entertainment descobriu, no último domingo a noite, que dados dos seus servidores haviam sido roubados, ela também descobriu que os invasores plantaram um arquivo com o nome 'Anonymous' em um dos servidores e que continha a frase 'We are Legion'.". A resposta oficial do grupo Anonymous não demorou muito e veio em forma de carta, dizendo:
Se uma investigação for conduzida de forma honesta e ligítima, (o grupo) Anonymous não será considerado responsável,(...). Enquanto nós somos um grupo descentralizado e distribuído (por todo o mundo), nossa 'liderança' não perdoa o roubo de (números de) cartões de crédito.
Hirai também disse que mesmo aqueles que se dizem inocentes pelo ataque, podem ter facilitado o ataque dos outros hackers de alguma forma. É claro que ainda é muito cedo para afirmar coisas desse tipo, e justamente por essa razão a carta do Anonymous termina da seguinte forma:
Nós não perdoamos, mesmo que outros perdõem nossos inimigos por todas as coisas pelas quais nós somos atacados. Nós não esquecemos, mesmo que outros falhem em lembrar. Nós somos a legião e continuaremos sendo, não importa quantos de nossos participantes tenham casas invadidas por agentes armados desse sistema falido. Nós somos o Anonymous. Nos aguarde.

É, parece que a coisa vai de mal a pior para a Sony.

[Fonte: Cnet, Product Reviews]

Nenhum comentário:

Postar um comentário