Ads 468x60px

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Bomba: Microsoft quer bloquear o dual-boot entre Windows 8 e Linux!


Não, você não leu errado e isto não é uma pegadinha do malandro. A Micro$oft pretende acabar com o dual-boot entre o Windows 8 e o Linux em máquinas que possuam o S.O da empresa pré-instalado. Isso significa que os novos notebooks e desktops "Windows 8 certified", que forem vendidos atrelados à nova versão do S.O da Micro$oft, não rodarão quaisquer distribuições Linux; nem em dual-boot, nem expurgando o Windows da máquina.

Segundo o site INFO online, especialistas alertam que uma mudança drástica nas especificações de firmware do Windows 8 vai acontecer e que estas impedirão que sistemas não autorizados por elas, como as distros Linux ou o FreeBSD, sejam instalados na máquina. A raiz do problema está no fato da Micro$oft ter decidido usar no Windows 8 uma nova tecnologia, chamada UEFI (Unified Extensible Firmware Interface), que substituirá o já ancião BIOS, o que provavelmente impedirá que S.Os como o Linux rodem em máquinas inicialmente certificadas para o novo Windows.

Como eu já falei em um post, o qual escrevi no ano passado, o UEFI é muito mais rápido que o BIOS, isso quer dizer que o processo de inicialização da máquina demora muito menos. O INFO online afirma que "a Microsoft defende que esta tecnologia melhora a proteção da máquina contra rootkits e outros tipos de ataques, pois evita que arquivos executáveis sejam carregados caso não possuam uma assinatura de segurança dedicada UEFI." De certa forma faz sentido, mas porque a empresa pretende restringir no firmware do S.O?

A Micro$oft afirmou categoricamente que exigirá das empresas fabricantes de PCs e notebooks que as máquinas vendidas com o Windows 8 possuam esta nova inicialização de segurança e que ela esteja ativada. Matthew Garrett, engenheiro da Red Hat (uma das distros Linux), afirmou que ainda não há necessidade dos usuários entrarem em pânico, mas que a notícia deve ser recebida com preocupação. Garrett também disse, em um post criado por ele para explicar o fato, o seguinte:
Ainda não há qualquer indicação de que a Microsoft impedirá os vendedores de fornecer o suporte a desabilitar essa funcionalidade no firmware e rodar códigos não assinados. No entanto, a experiência indica que muitos vendedores de firmware e OEMs estão interessados em fornecer apenas o mínimo possível de funcionalidades do firmware necessárias em seus mercados. É quase certo que alguns sistemas serão enviados com uma opção de desabilitar essa função. Também é igualmente quase certo que alguns sistemas não terão essa opção.
Opinião do autor da publicação:

Na minha humilde opinião, caso esse ato insano da Micro$oft se concretize, uma enxurrada de processos contra a empresa inundará a justiça internacional, pois a prática pode ser caracterizada como uma violação do direito de concorrência. Acredito que a Micro$oft vai tentar achar uma solução para o impasse, mas se tudo der errado e essa for mesmo a decisão final da empresa, era a deixa que eu estava esperando para abandonar de vez o Windows.


[Fonte: INFO online, Matthew Garrett]

Nenhum comentário:

Postar um comentário