Ads 468x60px

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Versão 13.04 do Ubuntu Linux pode ser lançada sem o Wubi


Algumas pessoas podem até discordar de mim, mas não há como negar que a facilidade de se instalar o Ubuntu Linux a partir do Windows é um dos principais motivos pelos quais cada vez mais pessoas decidem testar o referido sistema. Essa facilidade é obtida graças a um programa/instalador chamado Wubi, que acompanha o Ubuntu desde a versão 8.04, mas infelizmente ele pode estar com seus dias contados.

De acordo com Steve Langasek, gestor de releases do Ubuntu, além do desenvolvimento da ferramenta estar estagnado devido a diversos bugs e problemas que precisam ser consertados, foi constatado que ela também possui diversos problemas com o Windows 8 e com as últimas versões do Ubuntu liberadas pela Canonical (12.04.2 LTS, 12.10 e 13.04 BETA). Por esses motivos, Langasek afirma que a Canonical está pensando em remover o Wubi já na versão 13.04 do Ubuntu, a próxima a ser lançada assim que estiver estável!

O Wubi

Para quem não conhece, o Wubi é um instalador que vem embarcado no Ubuntu Linux e permite que este sistema seja instalado na máquina do usuário como se fosse um programa do Windows, simples assim. Para desinstalar o sistema? Basta entrar no Windows e removê-lo como se estivesse desinstalando um programa qualquer e tudo volta ao normal; mais uma vez, simples assim. Como o LIVE CD, o qual permite testar o Ubuntu a partir do CD/DVD sem precisar instalá-lo na máquina, é um tanto quanto lento, o Wubi sempre foi uma ferramenta fantástica, pois se o usuário não gostasse era só desinstalar o "programa" através do painel de controle.

Retirada do site oficial do Ubuntu Linux
Possui um PC novo com o logo do Windows 8 ou que utiliza o firmware UEFI (BIOS)?
Por favor, use preferencialmente uma versão de 64-bits do Ubuntu instalada em sua própria partição ao invés de utilizar o instalador do Windows
No entanto, o Wubi foi sempre muito criticado pela comunidade do software livre pela forma como ele instala o Ubuntu em uma máquina. Se comparada a uma instalação padrão do sistema, em uma partição separada e específica para ele, é possível perceber uma certa lentidão (apesar de, mesmo assim, ser bem rápido) do Ubuntu devido ao fato do Wubi utilizar um sistema de arquivos virtualizado sobre o do Windows (que é NTFS).

Eu, particularmente, NUNCA tive problemas com o Wubi e inclusive já instalei o Ubuntu através dele em várias máquinas de usuários que tinham interesse em testar o referido sistema, mas de acordo com diversos fóruns da comunidade Linux o Wubi é extremamente problemático e em alguns casos o Windows até parou de funcionar após a instalação do Ubuntu.

Pois é, parece que esse será mesmo o fim do Wubi, algo que, na minha opinião, será uma pena.


[Fonte: Ubuntued]

Nenhum comentário:

Postar um comentário