Ads 468x60px

terça-feira, 27 de agosto de 2013

CEO da Microsoft anuncia que irá se aposentar no ano que vem!

Imagem: Reprodução/Gizmodo BR
No final da semana passada, o então atual CEO da Microsoft, o showman Steve Ballmer, anunciou que deixará o comando da gigante de Redmond já no ano que vem! O anúncio foi feito oficialmente pela própria Microsoft em uma nota divulgada à imprensa. Segundo Ballmer, este é o momento certo para anunciar a transição.

Durante seu mandato, Steve Ballmer amargou diversos fracassos na Big M, incluindo o recente Windows RT (S.O voltado para tablets), a linha Surface de Tablets da empresa e, de certa forma, o Windows 8 (que até agora não emplacou de verdade). Confira a carta, na íntegra, escrita pelo próprio Steve Ballmer (traduzida pelo site Gizmodo BR):
Estou escrevendo para que vocês saibam que vou me aposentar como CEO da Microsoft dentro dos próximos 12 meses, depois que um sucessor seja escolhido. Nunca há um momento perfeito para este tipo de transição, mas agora é o momento certo. Inicialmente, eu pensava em me aposentar no meio da transformação da Microsoft em uma empresa de dispositivos e serviços, focada em capacitar clientes nas atividades que eles mais valorizam. Precisamos de um presidente que estará aqui a longo prazo para esta nova direção.

Este é um momento de importante transformação para a Microsoft. Nossa nova equipe de liderança sênior é incrível. A estratégia que nós criamos é de primeira classe. Nossa nova organização, centrada em funções e áreas de engenharia, é ideal para as oportunidades e os desafios que estão por vir.

A Microsoft é um lugar incrível. Eu amo esta empresa. Eu amo o jeito que ajudamos a inventar e popularizar a computação e o PC. Eu amo a grandeza e a ousadia de nossas apostas. Eu amo nossos funcionários e o talento deles, e nossa vontade de aceitar e abraçar sua gama de capacidades, incluindo suas peculiaridades. Eu amo o jeito como nós apoiamos outras empresas e trabalhamos com elas, para mudar o mundo e ter sucesso juntos. Eu amo a amplitude e a diversidade de nossos clientes, do consumidor até as empresas, em todos os setores, países, e pessoas de todas as origens e faixas etárias. Estou orgulhoso do que conseguimos. Crescemos de US$ 7,5 milhões para cerca de US 78 bilhões desde que entrei na Microsoft, e de pouco mais de 30 pessoas, passamos a empregar quase 100 mil. Eu me sinto bem em ter um papel nesse sucesso, e em ter me comprometido 100% emocionalmente durante todo o caminho. Nós temos mais de 1 bilhão de usuários e arrecadamos um ótimo lucro para nossos acionistas. Nós entregamos mais lucro e retorno de caixa aos acionistas do que praticamente qualquer outra empresa na história.

Estou entusiasmado com a nossa missão de capacitar o mundo e acreditar em nosso sucesso futuro. Eu estimo a minha participação acionária na Microsoft, e estou ansioso para continuar como um dos maiores proprietários da Microsoft. Isso é algo emocional e difícil para eu fazer. Eu dou este passo visando os melhores interesses da empresa que eu amo; fora minha família e amigos mais próximos, é o que me importa mais.

A Microsoft está prestes a viver seus melhores dias. Saiba que você faz parte da melhor equipe na indústria e tem os ativos de tecnologia certos. Não podemos e não vamos perder o ritmo nestas transições. Estou focado e trabalhando duro, e sei que posso contar com todos vocês para fazer o mesmo. Vamos nos deixar orgulhosos.

Steve
Logo após o anúncio de Steve, o mercado financeiro reagiu positivamente e o valor das ações da Microsoft na bolsa de NASDAQ subiram cerca de 8%! Mais um indicador de que demorou para ele se afastar da empresa. Bill Gates disse que não volta mais à Microsoft e que está se dedicando 100% à filantropia, mas vai que... Não é? Nós já vimos esse filme acontecer uma vez (leia, a volta de Steve Jobs à Apple).


[Fonte: Gizmodo BR]

Nenhum comentário:

Postar um comentário