Ads 468x60px

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Dica.: Veja como se previnir do golpe de clonagem do WhatsApp!


Um novo golpe envolvendo engenharia social surgiu na praça e tem tirado o sossego de usuários do aplicativo WhatsApp. O golpe é bem elaborado e chamou a atenção das autoridades policiais pela engenhosidade, mas eu vou explicar pra vocês uma forma de evitar que sua conta do WhatsApp seja clonada mesmo que seu número já tenha sido.

O Golpe

O conceito é bem simples, mas transformá-lo em crime foi o que fez o golpe parecer algo elaborado. Explicarei em tópicos para ficar mais fácil de entender o raciocínio.

  1. O estelionatário/golpista possui um contato/comparsa que trabalha em uma das operadoras de telefonia móvel que atuam no Brasil (Vivo, Claro, Tim, Oi, não importa a operadora);
  2. Já com o número de telefone a ser clonado em mãos, o estelionatário entra em contato com o seu comparsa e passa o número para ele;
  3. O comparsa, então, pega um cartão SIM (SIM card ou "chip") novo e faz a alteração do cartão, no sistema da operadora, que está autorizado a operar com aquele número de telefone passado pelo estelionatário;
  4. Com isso, o real dono do número fica SEM SINAL automaticamente, pois um determinado número só pode ser habilitado e ficar ativo em um único cartão SIM justamente para evitar clonagens de linhas telefônicas móveis;
  5. Neste ponto, o estelionatário já tem total controle do número de telefone, então ele pega um smartphone qualquer que tenha suporte ao aplicativo WhatsApp, instala o programa e o ativa no aparelho através de um código de confirmação que o próprio WhatsApp manda para o número a fim de constatar que a linha utilizada para ativar aquela conta naquele aparelho está realmente sendo usada pelo seu dono;
  6. Pronto, agora o estelionatário já tem acesso à lista de contatos da vítima.
  7. Com apenas alguns minutos observando os diálogos que aparecerão na tela, o estelionatário é capaz de perceber para quem ele precisa solicitar o dinheiro para o pagamento de um possível resgate, ou para cobrir algumas despesas depois de ter a carteira furtada ou roubada, ou como forma de empréstimo e por aí vai.
  8. Como os contatos não têm como saber que se trata de um estelionatário, elas imaginam que estão conversando com a própria vítima, pois o número registrado em suas agendas bate com aquele que está entrando em contato;
  9. Depois de aplicar o golpe e conseguir algum dinheiro, o estelionatário entra em contato novamente com o seu comparsa e pede para que o antigo cartão SIM seja reintegrado à linha clonada, dessa forma a vítima "recebe"o sinal de volta sem nem saber o que aconteceu.
Como se prevenir

Antes da última atualização, não era possível adotar medidas de prevenção contra o golpe, mas apenas tentar minimizar os danos causados. No entanto, a empresa desenvolvedora do WhatsApp implementou uma nova medida de segurança no aplicativo, que recebeu o nome de "VERIFICAÇÃO EM DUAS ETAPAS". Para ativá-la, basta seguir os passos abaixo:

  1. Abra o aplicativo WhatsApp e acesse o menu de opções;
  2. No menu, selecione "Configurações", no caso do Android, ou "Ajustes" no caso do iOS;
  3. Dentro do item "Configurações" ou "Ajustes", selecione o subitem "Conta";
  4. No item "Conta", selecione a opção chamada "Verificação em duas etapas";
  5. Na tela que aparecerá, pressione o botão "Ativar";
  6. Agora, basta criar uma senha e inserir o email de recuperação;







Pronto! Agora sua conta já está protegida contra o golpe! #NãoVaiTerGolpe xD

Lembrando que também é muito importante bloquear o conteúdo do Facebook e do Instagram para que apenas SEUS AMIGOS possam ver o que você publica (desabilite a opção "Amigos de amigos").

Se você gostou da Dica, dá um joinha e compartilhe com os seus contatos! Quanto mais gente souber, menos chance a bandidagem vai ter! ;-)


Nenhum comentário:

Postar um comentário