Ads 468x60px

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Música.: Blind Guardian, a banda que musicalizou a obra de Tolkien


Ontem à noite peguei para ouvir novamente o álbum The Forgotten Tales, da banda Blind Guardian, e isso acabou me inspirando para fazer um post um pouco diferente do que estamos acostumados.

Falamos muito aqui sobre tecnologia, gadgets, computação, filmes, mas creio que não havíamos ainda tocado no assunto música.

Escolhi essa banda, especificamente, porque ela tem um estilo muito interessante, bem executado, com assinatura característica e, principalmente, porque uma de suas inspirações é a obra de J.R.R. Tolkien, conhecido e idolatrado por quase todos os nerds.

Vamos começar com uma biografia rápida. Afinal, o foco não é a banda em si, mas sim as músicas inspiradas em Tolkien:

Blind Guardian
Origem: Alemanha
Período em atividade: 1984 - presente
Integrantes atuais: Hansi Kürsch, André Olbrich, Marcus Siepen, Frederik Ehmke
Site oficial: http://www.blind-guardian.com

Eu, particularmente, tenho como preferidos os álbuns Imaginations from the other side (1995), The Forgotten Tales (1996) e Nightfall in Middle-Earth (1998).

Como dito antes, acho o estilo da banda muito interessante. Sinto-me como se estivesse ouvindo uma "ópera-metal", além também das músicas que não utilizam as poderosas guitarras distorcidas e o incansável pedal duplo, como a bela The bards' song (in the forest).

Agora, vamos ao que mais interessa. No álbum The Forgotten Tales, a banda faz um apanhado de versões cover, algumas acústicas, e temos a primeira canção que quero destacar aqui: Lord of the Rings. Como o próprio nome diz, é uma canção baseada n'O Senhor dos Anéis, e conta resumidamente a história. Segue a letra:

There are signs on the Ring / Which makes me feel so down / There's one to enslave all Rings / To find them all in time / And drive them into darkness / Forever they'll be bound / Three for the Kings / Of the elves high in light / Nine to the mortal / Which cry
I'll keep the Ring full of sorrow / I'll keep the Ring till I die / Slow down and I sail on the river / Slow down and i walk to the hill
And there's no way out / Mordor
Dark land under Sauron's spell / Threatened for a long time / Seven rings to the dwarves / In their halls made of stone / Into the valley / I feel down / One ring to the dark lord's hand / Sitting on his throne / In a land so dark / Where i have to go / I'll keep the Ring
Slow down and I sail on the river / Slow down and i walk to the hill
Lord of the Rings
(N.R.: se precisar de tradução, você pode conferir esta ou usar o tradutor do Google, por exemplo).

Em 1998, a banda lançou um álbum inteiramente baseado na obra O Silmarillion chamado Nightfall in Middle-Earth.

A capa do álbum ilustra Lúthien dançando em frente a Morgoth.
Além das músicas, o álbum também possui faixas de transição com narrativas de trechos da história do livro.

Seguem as referências de cada música em tradução livre do artigo referente ao álbum Nightfall in Middle-Earth da Wikipedia em inglês (pode conter SPOILERS se você desconhece o livro):
  1. Em War of Wrath, Sauron aconselha seu mestre Morgoth a fugir dos triunfantes Valar na Guerra da Ira.. Morgoth o envia para longe e reflete sobre os eventos que levaram à sua derrota.
  2. Em Into the Storm, Morgoth e Ungoliant, fugindo de Valinor após destruírem as Duas Árvores, lutam pela posse das Silmarils.
  3. Lammoth é o grito de Morgoth com o qual ele combate Ungoliant.
  4. Em Nightfall, Fëanor e seus sete filhos lamentam a destruição forjada por Morgoth, incluindo a morte de Finwë, pai de Fëanor, e juram vingança, apesar da desaprovação dos Valar.
  5. The Minstrel provavelmente é sobre Maglor, filho de Fëanor, que compôs a canção The Fall of the Noldor.
  6. Em The Curse of Fëanor, Fëanor expressa dua raiva e relata os erros que cometeu, especialmente o fratricídio, na perseguição a Morgoth.
  7. Em Captured, Morgoth encaminha Maedhros, filho de Fëanor, e o acorrenta nas montanhas de Thangorodrim.
  8. Em Blood Tears, Maedhros relata os horrores de seu cativeiro e seu salvamento por Fingon.
  9. Mirror Mirror reconta como Turgon, na iminência da inevitável derrota, constrói a cidade de Gondolin, auxiliado por Ulmo.
  10. Em Face the Truth, Fingolfin reflete sobre o destino dos Noldor.
  11. Em Noldor (Dead Winter Reigns), Fingolfin reconta a passagem de seu exército Noldor por Helcaraxë e a profecia de Mandos sobre o destino dos Noldor; ele reflete sobre sua própria culpa e a de seu povo e prevê sua derrota final.
  12. The Battle of Sudden Flame refere-se à batalha na qual Morgoth rompe o Cerco de Angband utilizando seus balrogs e dragões. A letra conta como Barahir da Casa de Bëor, com grandes perdas, consegue salvar a vida do rei élfico Finrod Felagund, e como recompensa Finrod jura amizade a Barahir e todos os seus.
  13. Time Stands Still (At the Iron Hill) é sobre Fingolfin dirigindo-se aos portões de Angband para desafiar Morgoth. Fingolfin fere Morgoth sete vezes mas acaba sucumbindo.
  14. The Dark Elf refere-se a Eöl, que seduziu a irmã de Turgon e deram à luz Maeglin, que posteriormente traiu Gondolin.
  15. Em Thorn, Maeglin reflete sobre sua situação e decide trair Gondolin em favor de Morgoth.
  16. The Eldar é o adeus do rei élfico Finrod Felagund ao seu povo, morrendo em decorrência de ferimentos causados ao salvar seu amigo humano Beren de um lobisomem, assim cumprindo seu juramento à Casa de Bëor.
  17. Em Nom the Wise, Beren lamenta por seu amigo Finrod. Nóm significa "sábio" e foi o nome dado a Finrod por Bëor, antepassado de Beren.
  18. Em When Sorrow Sang, Beren canta sobre seu amor pela princesa élfica Lúthien e sua morte pelos dentes do lobo de Morgoth, Carcharoth.
  19. Out on the Water refere-se à última morada de Beren e Lúthien.
  20. Em The Steadfast, Morgoth amaldiçoa seu refém Húrin, que se recusou a revelar o segredo de Gondolin.
  21. Em A Dark Passage, Morgoth pondera seu triunfo na quinta batalha. A canção também relaciona as origens do parentesco dos homens e a maldição de Morgoth sobre Húrin para testemunhar o trágico destino de seu filho.
  22. Final Chapter (Thus ends...) conclui o álbum falando da vitória de Morgoth mas também da esperança por um novo dia.
  23. Harvest of Sorrow é uma faixa bônus da versão remasterizada do álbum. Ela fala sobre o lamento de Túrin pela perda de sua irmã Niënor.
Segue vídeo da música Lord of the Rings executada durante a turnê Imaginations through the looking-glass, lançada em DVD (2004):


É isso. Desculpem pelo artigo longo, mas tanto a banda quanto Tolkien merecem ainda mais de nossa atenção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário