Ads 468x60px

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Mercado.: Microsoft adquire a divisão mobile da Nokia por US$ 7,2 bilhões!


Dois anos e meio depois da Nokia anunciar sua parceria com a Microsoft, o que parecia ser inevitável realmente aconteceu: a Microsoft anunciou hoje que a divisão móvel da Nokia, agora, faz parte da "Big M" e que o negócio foi concretizado por um valor de, aproximadamente, US$ 7,2 bilhões! Rumores sobre a referida negociação surgiram no mesmo ano do anúncio da parceria entre as duas empresas (2011) e ela inclusive foi prevista pelo blogueiro russo Eldar Murtazin, que acabou errando apenas o valor final do acerto.

Os funcionários da Nokia, que agora são da Microsoft, ficaram meio divididos com relação à transação. Parte deles acredita que a compra da Nokia pela Microsoft terá um impacto positivo naquela empresa, uma outra parte ainda está em dúvida se isso realmente foi uma boa coisa para os empregados e outra parte acredita que a negociação pode afundar ainda mais a fabricante de celulares, visto que a Microsoft tem perdido parte de seu prestígio no mercado devido a alguns fracassos recentes.

A verdade é que se essa negociação tivesse acontecido em 2011, a Microsoft teria que desembolsar cerca de US$ 30 bilhões para adquirir a Nokia, pois esse era o valor de mercado da companhia naquele ano. Resumindo, em apenas dois anos, a Nokia perdeu mais de 400% de seu valor total de mercado e isso aconteceu porque a empresa simplesmente parou no tempo! Em um mundo dominado por iOS e Android, quem na liga da justiça estava interessado em comprar smartphones com o S.O Symbian, um sistema já ultrapassado e incompatível com o mercado consumidor atual?

Para se ter idéia do tanto que a Nokia caiu nos últimos anos, o valor de mercado da empresa Xiaomi, atualmente, é de US$ 10 bilhões, 30% maior que o da Nokia. Alguns com certeza devem ter se perguntado: "Xia quem?". Pois é, para você verem o quanto a Nokia está sem prestígio no mercado. Muitos ainda se perguntam como isso aconteceu e eu volto a dizer: enquanto outras empresas evoluíram no segmento de dispositivos móveis, a Nokia parou no tempo.

Agora que a Nokia pertence à Microsoft, ela vai voltar a ser o que era? Não faço a menor idéia e fazer qualquer previsão neste momento seria, de certa forma, uma coisa leviana, mas uma coisa é fato: logo depois do anúncio, as ações da Nokia subiram; pouco, mas subiram.

Sinceramente? Eu não acredito no potencial do Windows Phone e mais de 92% dos donos de smartphones ao redor do mundo pensam como eu, mas uma coisa é fato: a Nokia sabe fazer celulares. Será que, com o investimento da Microsoft, agora a coisa vai? Deixe sua opinião nos comentários. ;-)

Nenhum comentário:

Postar um comentário